TRANSIÇÃO: COMISSÃO DIOCESANA APROVA DOSSIÊ PARA MUDANÇA DE PADRES


O documento de aproximadamente 55 páginas foi elaborado pela equipe paroquial atendendo o decreto diocesano para a transição pastoral e administrativa das paróquias cujos padres foram transferidos. Além do documento, é previsto a visita da Comissão Especial formada pela Diocese para o acompanhamento do processo de mudança nas paróquias. Foi esta visita que aconteceu no fim da manhã desta quinta feira (11), com intuito de vistoriar os aspectos pastorais, financeiros e administrativos da paróquia. A comissão, liderada pelo Pe. Ranilson Belém, ecônomo adjunto da Diocese, os padres, Gilberto Junior, Gilson Brito e Arnaldo Nascimento, e o colaborador no economato, Wandermburgo Santana, examinou os livros de registros de sacramentos, documentos de imóveis, inventários, relatórios pastorais, movimentação financeira da matriz e capelas, sistemas, registros de funcionários e colaboradores, além das instalações e estruturas existentes para o acolhimento do novo pároco e para o desenvolvimento de suas atividades pastorais.


A comissão também avalia a saúde financeira da paróquia nos aspectos de viabilidade e transparência, de modo que todas as possíveis pendências e dificuldades são registradas afim de evitar "surpresas" para o novo gestor paroquial. Somente com o aval da comissão a transição pacífica e legal é confirmada, podendo portanto, cumprir-se as datas de saída e chegada dos padres transferidos.


Para o, ainda pároco, Pe. Lindoval Silva esse processo "é necessário e importantíssimo. É uma maneira de dar segurança e transparência tanto para o colega que sai e o colega que chega. Com isso, a gente tem ali o rosto ou o retrato da paróquia, suas pastorais, movimentos, os recursos, as dificuldades, enfim, as condições reais para fazer o trabalho. A gente que sai, sai leve e tranquilo, porque a gente sente que fez o que tinha de fazer e, mais ainda, que a Diocese, como Mãe, acompanha e dar seu consentimento pelo o que foi feito e pelo que está ficando na paróquia", finalizou.


O neossacerdote, Pe. Felipe Tavares, que também assumirá a Área Pastoral de Dom Quintino, no Crato, afirmou que "a experiência, mesmo que de pouco tempo, em Assaré, (o) possibilitou ver na prática como é a exigência de paróquia e de administrar também. É importante a gente ter em mente, sempre, o senso de organização e zelo com o que não é nosso. Essa transição tranquila e natural que a Paróquia de Assaré faz só é possível por que a gente ver a dedicação e o cuidado dos funcionários, das pessoas, das comunidades, sobretudo, na organização e administração. É algo que levarei comigo", concluiu.


Pe. Lindoval e Pe. Felipe serão apresentados às suas novas comunidades nos dias 25 e 29 de novembro, em Arajara - Barbalha e Dom Quintino - Crato, respectivamente. Enquanto que os padres Ricardo e Luís Carlos, chegarão em Assaré no dia 06 de dezembro, com a celebração e Posse Canônica, prevista para às 19h, na Igreja Matriz.


Colaboração: PASCOM Assaré

Foto: Wandemburgo Santana